Blog

13º salário para vereadores só precisa de mais um voto para ser barrado na Câmara de Osasco

Após consulta a seguidores nas redes sociais, Ralfi também votará contra a concessão do benefício e de 1/3 de férias aos 21 vereadores de Osasco. Com isso, ele se junta à bancada do PSDB formada por De Paula, Didi e Lindoso, e a Renato Bonin (PR), doutora Régia (PDT) e Josias da Juco (PSD), também contrários à proposta, já aprovada em primeira votação.
Por Leonardo Abrantes
Osasco
Vereador Ralfi adotou posição contrária à proposta após pesquisa com seguidores nas redes sociaisVereador de Osasco, Ralfi Silva (PODE) abriu para consulta popular seu voto sobre a concessão de 13º salário e 1/3 de férias aos 21 parlamentares, como determina projeto de emenda à Lei Orgânica Municipal em tramitação na Câmara Municipal. Diante da reclamação da maioria de seus seguidores no Facebook, Ralfi decidiu votar contra o projeto. Com isso, ele se junta à bancada do PSDB formada por De Paula, Didi e Lindoso, e a Renato Bonin (PR), doutora Régia (PDT) e Josias da Juco (PSD), também contrários à proposta. Agora, falta apenas um voto para a proposta ser rejeitada. São necessários 14 votos para a aprovação. Em viagem à Espanha ao lado do prefeito Rogério Lins (PODE), Ralfi não participou da primeira votação do projeto no último dia 14. Diante da possibilidade da segunda votação, o que não tem data definida para acontecer, o parlamentar decidiu consultar os moradores de Osasco sobre que decisão tomar. Diante dos pedidos para voto contrário à concessão dos benefícios, Ralfi optou por ouvir a maioria de seus seguidores. “Tive acesso hoje ao projeto que está na assessoria jurídica da Casa e, de acordo com nosso mandato que é participativo, quis ouvir a população. Já estava propenso a votar contra o 13º por vários motivos, mas como 90% das pessoas que nos acompanham nas redes sociais são contra, acho que, embora a lei permita, não é o momento para isso”, explicou o vereador. Caso os demais vereadores aprovem o projeto, Ralfi promete doar os R$20 mil (férias e 13º) a uma instituição de caridade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top